Anchieta, santo
de casa,
não faz milagre.

por mais que se lhe rogue,
por mais que se lhe prague,

Anchieta fica
quieto no seu
canto, Anchieta
não faz alarde:

coça os olhos,
força a vista
afronta o horizonte.

Anchieta
não faz milagre.
deixam-lhe velas,
deixam-lhe choros,
deixam-lhe flores de
todas as idades.

e Anchieta só olha,
e Anchieta só pensa,
e Anchieta só sabe.

Anchieta
é todo saudade.

(Orlando Lopes, Occidentia – 2a. via.)

Anúncios